Buscar
  • psijessicasiqueira

Relações Frágeis X Intimidade

Vivemos em um mundo dinâmico, coberto por grandes mudanças tecnológicas, civil, entre outras. Percebe-se que os relacionamentos também acompanham tais mudanças. Atualmente os relacionamentos têm se mostrados frágeis, e ao decorrer do seu término, se torna cada vez mais comum escutar justificativas do tipo, “acabou amor”‘, “ele (a) não é a mesma pessoa do início do nosso namoro”, entre outras.

A psicanalista Ethel Spector fala, “ o amor nasce em nós como um ato de imaginação, uma síntese criativa que visa preencher nossos desejos mais profundos, nossos sonhos mais antigos, permitindo que ambos nos renovemos e nos transformemos” . A idealização e o início de expectativas quanto ao parceiro (a) ou relacionamento perfeito, faz com que consequentemente tenha várias frustações e angústias, pois, quando estamos apaixonados o parceiro (a) nos vê como nunca nos vimos, as qualidades se sobressaem perante aos defeitos, os tornando nulos.

Passando esse período avassalador da paixão se tem início a construção da INTIMIDADE, pessoas confundem intimidade com a falta de liberdade controlando seus parceiros (a), e intimidade não e isso! Intimidade segundo Iara Camaratta “é algo que pode se passar tanto no interior (eu comigo mesmo) quanto entre pessoas muito próximas, unidas por laços de sangue ou de afeto”, uma intimidade bem construída faz com que se tenha uma relação fundamentada no respeito, confiança e sinceridade.

E você, já parou para refletir sobre o seu processo de construção da intimidade em seus relacionamentos? 😉 - Jéssica Siqueira


Texto produzido para @seuamorpodedarcerto


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo